Inovação: Novas Forças do Mercado Brasileiro

A Seminários Brasileiros duscutirá o desenvolvimento de modelos inovadores e lucrativos que criam soluções para atender aos novos consumidores

Mais de 40 milhões de brasileiros ingressaram na classe C nos últimos sete anos. O crescimento, de quase 65%, fez essa camada social passar a representar 54% da população, ou 103 milhões de pessoas. As classes D e E, por sua vez, somam 95 milhões de habitantes, também ansiosos por tomar parte no processo que tem permitido a inclusão de novos segmentos sociais no mercado de consumo.

O mercado da base da pirâmide oferece um contexto promissor para o desenvolvimento de modelos de negócios inovadores – que podem ser replicados em outros mercados ou mesmo levados ao topo da pirâmide. A inovação disruptiva permite, ainda, atender à camada do público que hoje simplesmente não tem acesso ao consumo, por não encontrar opções no mercado. Para capitalizar estas oportunidades, entretanto, é preciso adotar um pensamento ampliado, que permita levar ao novo público não só produtos e serviços, mas também o acesso a demandas novas de infraestrutura, informação e serviços básicos.

Com o evento “Inovação: Novas Forças do Mercado Brasileiro”, no dia 26 de outubro, em São Paulo, a revista Brasileiros, por meio de sua divisão Seminários Brasileiros, e a consultoria de inteligência sobre a base da pirâmide Plano CDE vão mostrar modelos inovadores e lucrativos que criam soluções para atender a estes mercados. As alternativas encontradas pelo setor privado e pelos governos contribuem para o crescimento sustentável e de longo prazo do País – mas exigem um olhar atento à inovação e ao uso democrático do conhecimento como agente de transformação nacional.

Entre os palestrantes já confirmados no evento, estão o gerente de Oportunidades para a Maioria do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luiz Ros, e o presidente do banco Gerador, Paulo Dalla Nora, que irá contar sua experiência na concessão de empréstimos a pequenos e médios empreendedores, com o apoio do BID, para fomentar negócios que tenham condições de melhorar as condições de vida de populações de baixa renda.

Entre as soluções criativas e viáveis a serem apresentadas no seminário, encontram-se também cases internacionais que apontam caminhos e abrem oportunidades junto ao mercado da base da pirâmide. Somam-se exemplos nacionais de grandes empresas que promovem a capacitação e educação financeira de jovens e microempreendedores informais, além de novas plataformas e modelos de negócios que viabilizam o acesso a informação, serviços de saúde, instrumentos financeiros e educação.

Gostei(0)Não Gostei(0)
Tags: , ,

Deixe um comentário

  • (will not be published)

XHTML: Você pode usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>